Uso do creme de baba de caracol por homens

O creme baba de carcol também pode, e deve, ser utilizado por homens. Hoje em dia são cada vez mais pessoas que se preocupam em ter uma pele com aspecto sedoso e saudável. O creme é muito utilizado por quem tem marcas de borbulhas (acne) e imperfeições na pele, mas também pode ser utilizado em outras partes do corpo, sendo também muito eficaz em estrias, algo que não é exclusivo em mulheres. Imagine que um homem muito gordo faz uma dieta rigorosa e perde vários quilos, vai haver muitas partes do corpo, principalmente na barriga e abdomen, onde vão se formar estrias, é aí que o creme vai actuar fazendo com que desapareçam completamente.

Também é muito utilizado por homens para diminuir as rugas que aparecem com a idade e, se usado frequentemente também vai ter um efeito preventivo, promovendo uma maior hidratação e elasticidade da pele do rosto.

Á princípio há quem tenha uma certa relutância em utilizar este creme, tem uma conotação de coisa nojenta, mas a verdade é que o creme baba de carcol não é feito com a baba propriamente dita, e sim com a proteína retirada do caracol misturado com excipientes. Também não deita cheiro nenhum, é como qualquer outro creme dermatológico. Quando estes pequenos animais partem a casca, a proteína produzida regenera este exoesqueleto em pouco tempo, o mesmo acontece quando utilizado na pele humana, estimula a produção do colagenio, responsável pela regeneração da pele.
O creme também é bastante utilizado após intensa exposição solar, para eliminar manchas provocadas pelo sol e pode ser substituto de outros cremes hidratantes.

O creme de baba de caracol funciona com apenas duas aplicações diárias, bastando colocar pequenas quantidades nas pontas dos dedos e massajando levemente até ser completamente absorvido. A pele deve estar bem limpa e seca, após a aplicação irá ser formada uma pequena película esbranquiçada que desaparece em poucos minutos.

Continue lendo >>

  ©Baba de Caracol - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo